Top 20 da 92.7
Início: 04:31:00
Fim: 05:59:00
Tadzio Rossi

ECONOMIA
14/11/2017 às 9h28
Economia começa a se adaptar às leis trabalhistas
.
 
Compartilhe esta notícia:



A entrada em vigor da nova legislação trabalhista no último sábado, após mais de 70 anos sem mudanças na CLT, tornou-se o assunto da semana entre trabalhadores, empresários e profissionais que atuam na área trabalhista. Tudo ainda é novo, há expectativas de ganhos e perdas entre trabalhadores e, para as empresas, há a convicção de que o que foi alterado ainda não é suficiente. Mas é uma adaptação necessária diante de um mercado onde a computação, a inteligência artificial e a internet das coisas avançam de forma mais acelerada.

Os primeiros impactos da nova lei foram sentidos por profissionais do Direito. Advogados trabalhistas passaram noites em claro na última semana para concluir ações a serem apresentadas até sexta-feira, antes da mudança da lei. A expectativa é de que a Justiça do Trabalho vá considerar a legislação anterior quando for julgá-las, embora ainda haja dúvidas sobre isso.

No meio empresarial, muitas companhias pretendem contratar mais pessoas, optar por contratos que permitam a flexibilidade que necessitam. Essa mudança é que deve elevar a formalização no mercado de trabalho, a exemplo do que acontece nos Estados Unidos há décadas e do que a Alemanha e Bélgica registraram quando fizeram suas reformas trabalhistas.

Há empresas que respiram aliviadas com mudanças que parecem simples, como a possibilidade de oferecer refeições em meia hora e não em 1 hora. Empresas de Jaraguá do Sul há anos faziam um acordo com a Justiça do Trabalho para oferecer meia hora de almoço, uma reivindicação da maioria dos trabalhadores. Como não estava na lei, havia o risco de reclamatória trabalhista. Agora, ficou legal. Conforme Gildo Antonio Alves, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul, cerca de 80% dos mais de 24 mil trabalhadores da categoria já atuam em empresas que oferecem apenas meia hora para almoçar.

Pelo que se percebe, as mudanças serão adotadas rapidamente e, em breve, será possível saber se o Brasil terá ou não que fazer mais alguns ajustes para adaptar o trabalho à realidade do mercado.

Imposto sindical
Uma das mudanças polêmicas da reforma trabalhista é a aprovação do imposto sindical facultativo. Para o presidente do Sindicato dos Contabilistas da Grande Florianópolis (Sescon-GF) Fernando Baldissera, ao tornar facultativo, o governo está inviabilizando os sindicatos bons e ruins. Segundo ele, por força da própria CLT, os trabalhadores e as empresas precisam de representantes para as negociações salariais. Mas há quem defende essa mudança que torna a contribuição facultativa para tirar sindicatos da acomodação.

Sesc investe em São Joaquim
Terra da neve, das maçãs e dos vinhos, São Joaquim ganha nesta quinta-feira uma unidade do Serviço Social do Comércio (Sesc). Com mais de 2 mil metros quadrados, as instalações receberam investimento de R$ 4,1 milhões por parte da Fecomércio SC. Os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes terão espaço para cursos, ações de turismo, lazer e uma série de serviços que o Sesc oferece. O presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt, e empresários que investem no município, como Vicente Donini e Acari Amorim, estão confiantes de que essa estrutura ajudará o município a dar um salto ainda maior no turismo.

Acate no Centro
A Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) terá um centro de inovação no centro de Florianópolis. O novo endereço será no empreendimento D/One, entregue na última semana pela Dimas Construções. A Acate Centro terá 900 metros quadrados, inicia atividades no início do próximo ano e será administrada pela associação, a exemplo da unidade na SC-401. O empreendimento tem 108 unidades residenciais integradas com uma parte comercial. Tudo dentro do conceito de cidade do futuro, com trabalho perto de casa.

Fonte: Dc
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Economia começa a se adaptar às leis trabalhistas"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS
Sugerimos também a leitura dos TERMOS DE USO

VEJA TAMBÉM - Notícias relacionadas a ECONOMIA
 
30/01/2018 - Após bons resultados, meta dos produtores de leite de SC é exportar
Movimentação financeira em 2017 foi de R$ 3,5 bilhões. A meta dos produtores de leite catarinenses para 2018 é a exportação....
30/01/2018 - Santa Catarina tem exportação recorde de soja em 2017
O último ano foi marcado pela maior safra de soja da história de Santa Catarina e boa parte da colheita tem destino certo: a...
26/01/2018 - Proposta prevê salários mínimos regionais entre R$ 1.110 e R$ 1.271
Documento foi encaminhado para o governador em exercício. Segundo o estado, projeto será enviado em regime de urgência à Alesc....
23/01/2018 - Consumidores da Celesc podem pagar faturas em atraso pela internet
Os consumidores em dívida com a Celesc agora têm a opção de regularizar a situação parcelando os débitos pela internet, sem...
18/01/2018 - Sétimo lote do Abono Salarial 2016 começa a ser pago nesta quinta-feira: confira quem tem direito
Os trabalhadores que têm direito ao saque do sétimo lote do Abono Salarial do PIS/Pasep ano-base 2016 podem começar a retirar o...
18/01/2018 - Governo reduz ICMS para produtores catarinenses de suínos, erva-mate e alho
O governo de Santa Catarina mantém a redução do ICMS para a venda de suínos vivos originários no estado. A medida já está em vigor...
15/01/2018 - Lote residual do Imposto de Renda vai beneficiar 6 mil catarinenses com R$ 9 milhões
Crédito será liberado pelo Leão nesta segunda-feira. O lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa...
11/01/2018 - Prefeituras de SC recebem R$ 128 milhões da primeira parcela do FPM em 2018
Os municípios receberam nesta quarta-feira, dia 10, a primeira parcela de 2018 do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Em...
11/01/2018 - Aposentados e pensionistas que ganham mais que o mínimo terão reajuste de 2,07%
Os aposentados e pensionistas que recebem mais de um salário mínimo terão reajuste de 2,07%, informou na noite desta quarta-feira,...
09/01/2018 - Santa Catarina fecha 2017 com crescimento de 7,3% na arrecadação de impostos
Santa Catarina fechou 2017 com uma arrecadação tributária bruta de R$ 24,11 bilhões, um crescimento nominal de 7,3% em relação a...
21/02/2018 - Trânsito - 9 hrs
Trevo que liga Ponte Serrada a Passos Maia é confirmado em reunião de prefeitos...
21/02/2018 - Estado - 9 hrs
Governador assina protocolo de intenções para avaliar projeto de instalação de...
21/02/2018 - Região - 9 hrs
cadáver com pés amarrados e marca de tiro nas costas é encontrado boiando no...
21/02/2018 - Região - 9 hrs
Trevo que liga Ponte Serrada a Passos Maia é confirmado em reunião de prefeitos...
21/02/2018 - Região - 9 hrs
Familiares identificam corpo de jovem encontrada morta, mas polícia ainda não...
20/02/2018 - Saúde - 9 hrs
Atividade física de baixa intensidade pode prolongar vida dos idosos, diz estudo...
20/02/2018 - Brasil - 9 hrs
Câmara aprova decreto de intervenção federal no Rio de Janeiro
20/02/2018 - Polícia - 9 hrs
Corpo de mulher é encontrado em Xanxerê
20/02/2018 - Polícia - 9 hrs
Plantação com mais de 100 pés de maconha é encontrada em SC
19/02/2018 - Brasil - 9 hrs
General quer mudar cargos da polícia que têm influência da milícia e tráfico.
Sobre Nós
Anuncie Aqui
Política de Privacidade
Termos de Uso
Contato
Horários de Atendimento
Segunda a Sexta das 07h às 12h e das 13h às 19h
Fone: 49 | 3435 0171
E-mail: contato@radionamba.com.br

Rua Marechal Floriano, 505
Ponte Serrada / SC
Cep: 89683-000
© Ideia Good - Soluções para Internet