Bandanejo Rádio Nambá
Início: 15:00:00
Fim: 17:00:00
Luciano Cavalheiro

ESTADO
05/06/2018 às 9h13
Atualizada em 05/06/2018 - 09h16
Santa Catarina reduz desmatamento da Mata Atlântica
.
 
Compartilhe esta notícia:



Em não desmatando, tudo dá. Dá pica-pau no cedro, saguis na figueira, flor no ipê. Nas águas muitas e infindas, como descrito na carta de Pero Vaz de Caminha, dá tilápia no rio, caranguejo no mangue, sapo na lagoa. É o que se vê quando biomas como o da Mata Atlântica, casa verde de 145 milhões de brasileiros e quintal de 15 mil espécies de plantas e mais de 2 mil animais vertebrados, são preservados.

O último Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, divulgado em 25 de maio, pela Fundação SOS Mata Atlântica e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), revela que entre 2016 e 2017 houve o menor índice de desmatamento – 56,8% – em 33 anos de diagnóstico. Santa Catarina, historicamente entre os maiores no ranking dos Estados que mais derrubam florestas, colaborou com uma redução de 30% em comparação a 2015 e 2016.

A boa notícia chegou às vésperas do Dia Nacional da Mata Atlântica, comemorado em 27 de maio, e a tempo do Dia Mundial do Meio Ambiente, que é hoje. Marcia Hirota, diretora-executiva da SOS Mata Atlântica, não fala em tendência. Mas se anima com o resultado, ainda que 12 mil hectares de mata tenham sido destruídos no país no último ano. Em Santa Catarina, foram consumidos 595 hectares de floresta – quase 600 campos de futebol.

– Ainda não podemos afirmar que há uma tendência de queda, pois o desmatamento reduziu depois de três anos com aumento consecutivo. Acreditamos que a atuação dos governos com mais fiscalização, ações do Ministério Público e de outras entidades tenham impacto nesse diagnóstico – diz Marcia.

A crise econômica é outro fator que pode ter contribuído, pois afeta investimentos de setores produtivos que incidem sobre áreas de mata, como agricultura e pecuária. Ainda assim, os especialistas consideram necessários novos estudos para comprovar a possibilidade.

O Atlas 2018 mostra que as áreas mais preservadas de Mata Atlântica estão localizadas na região da Serra do Mar, com destaque para as Unidades de Conservação do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, Parque Nacional da Serra do Itajaí e Parque Nacional de São Joaquim. A região de campos de altitude, perto da divisa com o Rio Grande do Sul, também é destaque.

Diante da situação, a diretora-executiva Marcia Hirota entende que a Mata Atlântica dá um recado importante:

– É possível reduzir o desmatamento. Com o compromisso e o diálogo entre toda a sociedade, incluindo proprietários de terras, governos e empresas, podemos alcançar o desmatamento ilegal zero, já presente em Estados como Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro.

Conheça a Mata Atlântica
- É uma das florestas mais ricas em diversidade de espécies e abrange área de cerca de 15% do total do território brasileiro.
- Na época do descobrimento do Brasil, abrangia uma área equivalente a 1.315.460 km².
- Estende-se ao longo de 17 Estados: RS, SC, PR, SP, GO, MS, RJ, MG, ES, BA, AL, SE, PB, PE, RN, CE e PI.
- Vivem na Mata Atlântica atualmente quase 72% da população brasileira.
- A mata acolhe cerca de 145 milhões de habitantes em 3.429 municípios, que correspondem a 61% dos existentes no Brasil.
- Abriga sete das nove maiores bacias hidrográficas do país e três dos maiores centros urbanos do continente sul-americano.
- Essa floresta possibilita atividades essenciais para a economia – como agricultura, pesca, geração de energia, turismo e lazer.
- Abriga mais de 15 mil espécies de plantas e mais de 2 mil de animais vertebrados, sem contar insetos e outros animais invertebrados.
- Das 633 espécies de animais ameaçadas de extinção no Brasil, 383 estão na Mata Atlântica.
- Restam apenas 12,4% da floresta que existia originalmente e, desses remanescentes, 80% estão em áreas privadas.
- Foi decretada Reserva da Biosfera pela Unesco e Patrimônio Nacional, conforme a Constituição Federal de 1988.

*Fonte: SOS Mata Atlântica.

Como defender a natureza
- Evite a entrada do gado na mata, pois o pisoteio e o pastoreio prejudicam as plantas jovens.
- Evite o uso do fogo, porque incêndios florestais são difíceis de serem controlados e destroem as florestas.
- Solicite autorização do órgão estadual e/ou municipal competente para retirada de árvores vivas, evitando a abertura de clareiras na floresta, e para o aproveitamento de árvores mortas e caídas.
- Proteja árvores sadias, com bom formato de tronco e copa ampla, para servirem de fonte de sementes.
- Enriqueça as florestas plantando, sempre que possível, também espécies nativas, tanto frutíferas como aquelas para produção de madeira.
- Plante espécies exóticas em áreas já abertas, mas jamais em substituição às florestas nativas.
- Proteger a fauna e a flora silvestre, denunciando a caça, o roubo do palmito e a exploração e desmatamento ilegais aos órgãos competentes.

*Fonte: Inventário Florístico Florestal de Santa Catarina (IFFSC).

Fonte: DC
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Santa Catarina reduz desmatamento da Mata Atlântica"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS
Sugerimos também a leitura dos TERMOS DE USO

VEJA TAMBÉM - Notícias relacionadas a ESTADO
 
16/05/2018 - Atividade turística em SC cresceu 3,1% no 1º trimestre
O índice de volume das atividades turísticas de Santa Catarina cresceu 3,1% no primeiro trimestre deste ano ante o mesmo período...
14/05/2018 - Criação de 462 cargos de assessor jurídico em SC será votada nesta semana
Prevista para esta semana a votação pela Assembleia Legislativa do projeto que cria 462 cargos de assessor jurídico para reforço...
08/05/2018 - Governo de SC anuncia novo secretário de Comunicação
O governo de Santa Catarina anunciou no final da tarde de segunda-feira (7) que Gonzalo Pereira é o novo secretário de...
08/05/2018 - “2018 passou a ser um ano perdido para o agro catarinense”, diz Barbieri
O setor agroindustrial catarinense começa a sentir os reflexos de uma crise que vinha tomando conta do país. Como nosso estado é...
02/05/2018 - Parceria entre SSP e empresas busca garantir acesso a 8 mil câmeras de vigilância em SC
Sabe a sensação de estar sendo observado? Se depender dos planos da Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado, isso deverá...
25/04/2018 - Postos do Sine de Santa Catarina oferecem 1.552 vagas de emprego
Os postos do Sistema Nacional de Empregos (Sine) de Santa Catarina oferecem 1.552 novas vagas de emprego nesta semana,...
25/04/2018 - Postos do Sine de Santa Catarina oferecem 1.552 vagas de emprego
Os postos do Sistema Nacional de Empregos (Sine) de Santa Catarina oferecem 1.552 novas vagas de emprego nesta semana,...
14/03/2018 - Cidades do Oeste sofrem com escassez de água
As chuvas abaixo da média registradas em fevereiro em SC provocam escassez de água em algumas cidades do Oeste, na região do Alto...
21/02/2018 - Governador assina protocolo de intenções para avaliar projeto de instalação de fábrica coreana em SC
O governador Eduardo Pinho Moreira assinou nesta terça-feira, 20, um protocolo de intenções afirmando que Santa Catarina tem...
19/02/2018 - Número de praias próprias para banho cresce em Santa Catarina
Três semanas após ter apenas 43,7% dos locais analisados como próprios para banho, pior resultado das últimas cinco temporadas, o...
05/06/2018 - Brasil - 9 hrs
Preço médio da gasolina sobe R$ 0,20 em Florianópolis em duas semanas
05/06/2018 - Economia - 9 hrs
SC corta 234 cargos e economiza R$ 2 mi, mas folha cresce R$ 40 mi
21/05/2018 - Tempo - 9 hrs
Segunda-feira amanhece com frio forte em toda SC
21/05/2018 - Tempo - 9 hrs
Das roupas à alimentação: um manual para encarar o inverno
21/05/2018 - Greve no Brasil - 9 hrs
Caminhoneiros autônomos começam paralisação nas rodovias de Santa Catarina
18/05/2018 - Esportes - 9 hrs
Alemanha lidera e Brasil permanece em 2º no ranking da Fifa
18/05/2018 - Saúde - 9 hrs
Sobe para seis o número de mortes por gripe A em SC
18/05/2018 - Polícia - 9 hrs
Jovem mata a mãe e a irmã a facadas em Tubarão
18/05/2018 - Economia - 9 hrs
Endividamento das famílias em SC cai pelo segundo mês seguido em abril
18/05/2018 - Tempo - 9 hrs
Chance de neve aumenta procura por hospedagem na Serra de SC
Sobre Nós
Anuncie Aqui
Política de Privacidade
Termos de Uso
Contato
Horários de Atendimento
Segunda a Sexta das 07h às 12h e das 13h às 19h
Fone: 49 | 3435 0171
E-mail: contato@radionamba.com.br

Rua Marechal Floriano, 505
Ponte Serrada / SC
Cep: 89683-000
© Ideia Good - Soluções para Internet